12 janeiro 2016

Dois vilões de relacionamentos


Um relacionamento amoroso sólido traz um sentimento de paz! Mesmo em meio a discussões e acertos existe respeito mútuo, um lugar de segurança e muito companheirismo. Porém vejo que poucas pessoas têm usufruído de relacionamentos assim, infelizmente.
Nas minhas “observanças*” da vida identifico dois problemas principais:

Histórico Familiar
Muitas das experiências que vivemos com nossos pais (casados ou com outros parceiros) refletem nos tipos de relacionamentos que temos na idade adulta. Mesmo sem querer reproduzimos padrões, que podem ser bons ou não.
Vou citar alguns exemplos de coisas que seus pais podem fazer e você pode estar repetindo ou pode vir a repetir, mas tem uma infinidade de opções:
Bom
São carinhosos um com o outro
Andam de mãos dadas
Fazem elogios
Dão risada juntos
Saem para jantar sempre
Fazem planos juntos
Ruim
Gritam um com o outro
Não há carinho
Se xingam
São violentos
Um deles é inseguro, ciumento
Um deles se anula
Um deles domina a relação

Temos que ter sabedoria para saber o que levar de exemplo e o que não levar, quebrando padrões que vem sendo trazidos pela nossa família.

Se você está namorando ou é casada, reflita quais ações você tem reproduzido dos seus pais e procure mudar as ruins!

Se ainda não está namorando, é também tempo de avaliar o que não vai querer levar para seu futuro namoro.


Individualismo

Sabe aquilo de pensar em si próprio acima do outro? Essa necessidade da cultura atual de sentir prazer o tempo todo nos leva a deixar o outro em segundo plano, quando o parceiro não está satisfazendo nossas vontades é muito fácil abandonar o barco.

Mas relacionamentos saudáveis incluem abrir mão quando necessário... não cabe orgulho aqui! E exigem esforço mesmo, porque quando a paixão passa você tem que escolher todos os dias estar com esta pessoa.

Quais ações você está tendo que são egoístas?

Em quais eu preciso me posicionar melhor?
Minha intenção é aprofundar muitas coisas dentro deste tema que eu gosto tanto, mas espero que já tenha feito você pensar.

Deixe seu comentário contando para mim quais exemplos bons dos seus pais que você tem levado, ou quer levar para seu relacionamento.

*palavra inventada por mim

Até amanhã!

2 comentários:

  1. Oi Ferzinha, é a Ady! Precisava vir conhecer seu blog (que esta lindo, diga-se de passagem) e refleti que, uma coisa que super admiro na minha mãe, que não tem um marido mas se relaciona comigo, é a super paciência dela se eu pudesse ter um pouquinho do que ela tem com certeza levaria pra um relacionamento, assim, pra vida também, rs. Beijos amada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom te ver por aqui! Foi uma frande incentivadora, mesmo não sabendo, quando eu estava em dúvida do que Deus queria.
      Vai na fé.
      Beijão

      Excluir

LAYOUT E PROGRAMAÇÃO POR SHAIRA FOTO E DESIGN
imagem-logo